Comunicados de imprensa


Galp Energia alarga oferta Galp On até ao final do ano - <p>As ofertas da Galp Energia para o mercado residencial liberalizado de gás natural e eletricidade, conhecidas pela marca Galp On, irão manter-se em vigor nas condições atuais até ao final do ano, isto é, para além do prazo de 30 de Setembro.</p> <p> </p>
Galp Energia oferece descontos às PME com novo cartão Galp Frota Business - <p>A Galp Energia reforçou a sua oferta com o lançamento de um novo cartão, o cartão Galp Frota Business, dirigido a empresas com frotas de pequena e média dimensão e para consumos particulares de colaboradores de empresas clientes Galp Frota, que permite obter até sete cêntimos de desconto imediato em combustíveis da Galp Energia.</p> <p> </p>
Galp Energia entra para o grupo das empresas mais sustentáveis do mundo - <p>A Galp Energia passa a partir de hoje a integrar o Dow Jones Sustainability Index (DJSI), tanto ao nível mundial como europeu, ascendendo assim ao mais prestigiado índice global de empresas cotadas cujas práticas nos domínios económico, social e ambiental se classificam como as mais sustentáveis do mundo.</p> <p> </p>
Galp Energia e Optimus lançam nova campanha de descontos - <p>A Optimus e a Galp Energia lançam hoje uma campanha de descontos em combustível através do pagamento de faturas e carregamentos Optimus. A campanha estará em vigor até final de 2012 em todas as lojas Optimus e nos postos de abastecimento Galp aderentes em Portugal Continental. </p> <p> </p>
Refinaria de Matosinhos recebe pela primeira vez petróleo produzido pela Galp Energia no Brasil - <p>Decorreu este fim de semana, no Porto de Leixões, a primeira descarga de petróleo produzido pela Galp Energia no campo Lula, situado na bacia de Santos, no Brasil. As 138 mil toneladas de crude “LULA”, que correspondem a sete mil camiões de crude, foram descarregadas através da monobóia, uma instalação offshore para descarga de navios de elevada capacidade em alto mar, e destinam-se ao abastecimento das refinarias da Galp Energia.</p> <p> </p>
Prospeto Mamba North East 2 aumenta em pelo menos 10 tcf o potencial da Área 4 em Moçambique - <p>A Galp Energia, parceira do consórcio para a exploração da Área 4 na bacia de Rovuma, no offshore de Moçambique, anuncia uma nova descoberta de gás natural de grande dimensão na parte este do bloco, no prospeto de exploração Mamba North East 2. Este é o quinto poço de exploração perfurado com sucesso nesta área.</p> <p> </p>
Prospeto Mamba North East 2 aumenta em pelo menos 10 tcf o potencial da Área 4 em Moçambique - A Galp Energia, parceira do consórcio para a exploração da Área 4 na bacia de Rovuma, no offshore de Moçambique, anuncia uma nova descoberta de gás natural de grande dimensão na parte este do bloco, no prospeto de exploração Mamba North East 2. Este é o quinto poço de exploração perfurado com sucesso nesta área.<br>
Aprovada fase de desenvolvimento do campo Lianzi no offshore de Angola e da República do Congo - <p>A Galp Energia, parceira do consórcio para exploração do campo Lianzi (Bloco 14-K), informa que irá prosseguir o desenvolvimento deste campo, localizado no offshore entre a República do Congo e a República de Angola.</p> <p> </p>
Galp Energia regista resultado liquido de €178 milhões no primeiro semestre de 2012, com melhoria operacional de todos os segmentos de negócio - A produção net entitlement de crude e gás natural foi de 17,7 mboepd, 52% dos quais provenientes do Brasil
GALP ENERGIA REGISTA RESULTADO LÍQUIDO DE €178 MILHÕES NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2012, COM MELHORIA OPERACIONAL DE TODOS OS SEGMENTOS DE NEGÓCIO - <p> A produção net entitlement de crude e gás natural foi de 17,7 mboepd, 52% dos quais provenientes do Brasil;<br> A margem de refinação da Galp Energia foi de Usd 1,7/bbl face a Usd 0,8/bbl no período homólogo de 2011, uma subida influenciada pela recuperação das margens de refinação nos mercados internacionais; <br> O contexto económico adverso que caracterizou a Península Ibérica no primeiro semestre de 2012 influenciou negativamente o negócio de distribuição de produtos petrolíferos face ao período homólogo do ano anterior;<br> O volume de gás natural vendido aumentou 16% face ao período homólogo de 2011, para 3.225 milhões de metros cúbicos, para o que foram determinantes as vendas no segmento de trading;<br> O resultado operacional a custo de substituição (RCA) foi de €269 milhões, mais 53% que no primeiro semestre de 2011;<br> O investimento atingiu os €391 milhões, dos quais cerca de 70% foram canalizados para o segmento de negócio de Exploração &amp; Produção;<br> O rácio net debt to equity no final do período situava-se nos 18% e a dívida líquida era de €1.221 milhões, menos €2.283 milhões do que no final do ano anterior.<br></p> <p> </p>
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
41
42
43
44
45
46
47
48
49

Imprimir

Partilhar: