Estratégia

A Galp posiciona-se como uma empresa integrada de energia, que desenvolve negócios rentáveis e sustentáveis.

A necessidade de descarbonização da sociedade trouxe desafios a todos os setores económicos. Atualmente, é evidente que a forma como a energia é gerada, transformada e consumida irá mudar, e isto significa moldar e adaptar a estratégia da Galp às necessidades presentes e futuras.

A Galp atualizou em 2021 a sua estratégia para o investimento resiliente numa transição energética acelerada. A Galp pretende reformular o seu portefólio e tornar-se uma empresa dinâmica e digitalmente orientada para o cliente, com uma posição material nas energias renováveis e novas energias, e com as operações industriais a serem progressivamente descarbonizadas e transformadas em um green energy hub.

A estratégia da Empresa origina um caso de investimento orientado para a criação de valor, que se baseia numa estrutura clara de alocação de capital, alocando cerca de 50% de seus investimentos líquidos no período 2021-25 a atividades de baixa intensidade carbónica.

Isto permite à Galp reformular o seu portefólio, mantendo a sua capacidade de gerar um crescimento de cash flow resiliente e uma remuneração acionista competitiva, visando distribuir até 1/3 do cash flow operacional.

Upstream

O Upstream continuará a ser uma das pedras angulares da Galp durante os próximos anos. O portefólio Upstream da Galp baseia-se em ativos de topo, tanto em termos de custo de produção como de intensidade carbónica, proporcionando as condições adequadas para a concentração na maximização do valor dos projetos atuais, e não prosseguir com a exploração de novos projetos. No entanto, a Galp tem como objetivo continuar a oferecer um aumento da produção destacado entre os seus pares, adicionando cerca de 25% à atual capacidade de produção Upstream até 2025 através de projetos já sancionados.

Ao mesmo tempo, a intensidade carbónica do negócio Upstream da Galp é aproximadamente 50% menor do que a média do setor e a Galp está empenhada em continuar a procurar a excelência na eficiência de carbono para apoiar o crescimento responsável da produção.

Industrial & Energy Management

A transformação de ativos Industriais e outras atividades relacionadas com a energia é fundamental para adaptar progressivamente o portefólio da Empresa às necessidades do mercado em mudança. É por isso que, na Galp, está em curso a descarbonização da refinaria de Sines, com o objetivo de a transformar num Centro de Energia Verde. Ao longo do caminho rumo à descarbonização de Sines, a Galp está também empenhada em otimizar a eficiência da refinação e aumentar a sua resiliência, assegurando a competitividade das suas atividades industriais, ao mesmo tempo que expande a quota de produtos com baixo teor de carbono, tais como a produção avançada de biocombustíveis, através do desenvolvimento de uma unidade de HVO.

Juntamente com a diversificação dos produtos de baixo teor de carbono, a transformação gradual num Centro de Energia Verde deverá também ser aproveitada na produção de hidrogénio verde, o que permitirá outras aplicações industriais e de mobilidade, tais como combustíveis sintéticos, e ajudará a uma redução operacional da pegada de carbono de aproximadamente 50% até 2030.

A Galp reconhece o potencial do hidrogénio e está a avaliar o desenvolvimento de soluções de hidrogénio verde, aliando a sua posição privilegiada às suas competências industriais para fazer avançar este novo negócio. Até 2025, a a Empresa pretende controlar os primeiros 100 MW de capacidade de eletrólise com capacidade adicional prevista de até 1 GW.

As atividades de Energy Management da Galp estão no centro das nossas atividades de supply de energia, garantindo o abastecimento fiável e competitivo de matérias-primas e outros produtos energéticos e a maximização do valor das vendas de todos os produtos produzidos e transformados. Além disso, a Galp irá reforçar o papel da Gestão de Energia na sua organização, a fim de obter valor adicional da integração em toda a cadeia de valor.

Comercial

A Galp detém uma posição de referência como fornecedor de energia na Ibéria. A resposta às mudanças nos padrões de consumo é abordada diariamente na Galp. O objetivo da Empresa é apoiar continuamente a vida dos clientes, tanto através de uma plataforma física, com a conveniência e proximidade da sua rede, como também através de uma plataforma digital, acompanhando os clientes ao longo da sua viagem diária.

Neste contexto, a Galp continua a expandir a experiência do cliente, visando transformar os atuais postos de abastecimento em conceitos inovadores, multienergéticos e de conveniência, através da modernização e expansão dos produtos e serviços oferecidos utilizando um novo conceito de hub. Neste contexto, a Galp pretende duplicar a contribuição das lojas de conveniência na sua rede retalhista até 2025, juntamente com uma rápida expansão da sua oferta de pontos de carregamento de veículos elétricos, atingindo c.10k na Península Ibérica até 2025. Na vertente doméstica, a Galp pretende aumentar significativamente as vendas de eletricidade aos seus clientes, mantendo ao mesmo tempo uma posição de liderança nas vendas de gás natural. Tanto na mobilidade como na vertente doméstica, a Galp continuará a fornecer a energia de hoje juntamente com as soluções de amanhã, alavancando a geração descentralizada e as soluções de gestão de frota, alinhadas com a transição energética.

Como uma só Galp, a Empresa terá a capacidade de fornecer produtos e serviços adaptados às necessidades presentes e futuras, apoiando simultaneamente o percurso dos seus clientes rumo à descarbonização e digitalização do seu consumo.

Renováveis & Novas Energias

A Galp pretende desempenhar um papel ativo na transição energética que a sociedade enfrenta, procurando antecipar tendências, desenvolver um portefólio alinhado com as necessidades futuras, estabelecer sinergias com os seus negócios atuais sempre que possível, e reduzir progressivamente a intensidade carbónica da sua atividade e dos seus clientes. Neste contexto, a Galp está a construir um portefólio de produção de energia renovável, e a inovar no sentido do desenvolvimento de novas energias ao longo da cadeia de valor.

No setor das energias renováveis, a Galp é já um dos principais players de energia solar fotovoltaica na Península Ibérica, com c.1 GW em operação e c.3,1 GW de projetos em desenvolvimento, juntamente com c.0.6 GW em desenvolvimento no Brasil. A Empresa visa alcançar uma capacidade operacional bruta renovável de cerca de 12 GW até 2030, promovendo uma expansão ágil do portefólio baseada numa diversificação geográfica e tecnológica. Para promover este crescimento e apoiar a criação de valor, a Galp continuará a maximizar o valor através de uma estrutura de capital apropriada, bem como de um modelo de parceria e rotação de ativos. A Galp está ainda a construir algumas capacidades distintivas para melhorar a resiliência do seu portefólio, tais como opções de behind-the-meter battery storage, hibridização tecnológica.

Relativamente aos New Businesses, a Galp está, proactivamente, a procurar soluções que possam desempenhar um papel fundamental na cadeia de valor energética do futuro. A área de New Businesses foi projetada para servir como uma incubadora de novos meios de criação de valor, testando, validando e desenvolvendo conceitos até ao seu amadurecimento, de forma a poderem desenvolver-se independentemente ou ser incorporados por outras unidades de negócios, como aconteceu com o hidrogénio verde, que foi recentemente integrado na área de Industrial & Energy Management, bem como a Galp Solar e a GowithFlow que passaram a integrar o negócio Commercial.

A Galp está também a avaliar oportunidades de entrada na cadeia de valor de baterias, que se encontra em rápido crescimento, capturando a vantagem de early mover na Europa. A joint venture ‘Aurora’, entre a Galp e a Northvolt, está focada no desenvolvimento da primeira fábrica de conversão de lítio da Europa, a ser localizada em Portugal.