Missão Up | Unidos pelo planeta

A Missão Up leva, todos os anos, a eficiência energética para as salas de aulas dos alunos do 1º ciclo de escolaridade.

Enquadramento

Compromissos Galp

Na Galp, temos o compromisso de envolver a comunidade e demais partes interessadas, promovendo a criação de valor partilhado.

Adicionalmente, procuramos contribuir para a satisfação das necessidades energéticas futuras e minimizar a intensidade carbónica da atividade.

Objetivos de desenvolvimento sustentável

Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade. Promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.
Assegurar o acesso à energia acessível, fiável, sustentável e moderna para todos.
Implementar medidas urgentes para combater as alterações climáticas e os impactes associados.

Contexto

A nossa estratégia

Os nossos projetos educativos levam mais longe o nosso objetivo de promoção da eficiência energética e de hábitos de consumo de energia mais sustentáveis nas escolas, bem como nas famílias dos alunos e comunidade onde se inserem.

Enquanto um operador integrado de energia que tem como foco temos como estratégia estratégico agir hoje a pensar no amanhã. Assim, acreditamos que através das nossas iniciativas, acrescentamos valor, apostamos no desenvolvimento sustentável do nosso país e investimos nos decisores do futuro, enquanto consumidores informados e influentes.

Assim, com o objetivo de sensibilizar e mobilizar para uma mudança de comportamentos relacionados com o consumo eficiente de energia, temos atuado na área da educação a nível nacional. Atualmente, desenvolvemos nas escolas três projetos educativos: a Missão up, o Power up e o Switch up.

Porque é importante para a Galp e para os seus Stakeholders?

Na Galp, estamos comprometidos com um futuro energético mais sustentável e incorporamos esta missão na nossa estratégia. Temos a convicção que a educação sobre a energia e a eficiência energética assume um papel de relevo na atuação da Empresa. Prova disso são os projetos educativos que temos vindo a desenvolver ao longo dos últimos anos. A mudança de comportamentos é um objetivo transversal a todos os projetos educativos que dinamizamos, centrados no consumo responsável e eficiente de energia.

Descrição

O projeto

À semelhança do Power up, o projeto Missão up | Unidos pelo Planeta é um projeto educativo sobre eficiência no consumo de energia, focado especialmente nas seguintes áreas:

  • Fontes de energia;
  • Eficiência energética;
  • Mobilidade sustentável;
  • Pegada energética;
  • Profissões associadas à energia.

A Missão up | Unidos pelo Planeta existe desde 2010 e atua nos 3 pilares da sustentabilidade: económica, social e ambiental.

Sustentabilidade económica - está patente nos vários parceiros públicos e privados do projeto, assim como na oportunidade que dispomos de dar a conhecer os nossos produtos e serviços que promovem a eficiência energética.

Sustentabilidade social - o projeto ensina e motiva as crianças a adotarem comportamentos responsáveis para com o planeta Terra. Existe um envolvimento com professores e encarregados de educação, de forma a fazer chegar a toda a comunidade a necessidade de preservar a energia do planeta.

Sustentabilidade ambiental - a iniciativa procura alterar hábitos e comportamentos relacionados com a utilização de energia, protegendo assim a sustentabilidade do planeta.

Objetivos

A Missão up | Unidos pelo Planeta pretende promover a responsabilização das crianças, levando a uma tomada de atitudes e a uma alteração de comportamentos para um planeta mais sustentável. Com este objetivo em mente, disponibiliza materiais de apoio para que os professores explorem estes temas com os seus alunos.

O projeto lança às escolas o desafio de criarem grupos de alunos que, com a ajuda dos professores, devem organizar-se em equipas ou "Brigadas". Com base num Guião de Atividades disponibilizado pela Missão up às escolas aderentes, estas unidades devem implementar ações específicas junto dos seus colegas, amigos e pais, de forma a promover uma utilização sustentável da energia.

Os objetivos classificam-se em: pedagógicos, de comunicação e de eficiência no consumo de energia.

Os objetivos pedagógicos centram-se no fornecimento de ferramentas para que as crianças interiorizem os conceitos básicos da eficiência do consumo de energia. Pretendemos também que estas percebam a relação da eficiência do consumo de energia com as práticas do dia-a-dia, de forma a mostrar como pequenas mudanças podem levar a grandes benefícios e poupanças de energia.

Os objetivos de comunicação focam-se:

  • Na divulgação de boas práticas sobre o consumo de energia;
  • No transporte do tema para uma comunidade mais alargada, utilizando como veículo de comunicação um público especialmente interessado e motivado - as crianças;
  • No enquadramento da eficiência no consumo de energia no âmbito da sustentabilidade, explicando o fenómeno das alterações climáticas e mostrando, assim, os impactes positivos da mudança de comportamento.

Por fim, os objetivos de eficiência no consumo de energia são:

  • Fazer do público mais militante o motor de mobilização e motivação para verdadeiras mudanças de comportamento no consumo de energia;
  • Criar consumidores mais conscientes e simultaneamente uma sociedade mais informada sobre este tema.

Público-alvo

Este projeto foi desenvolvido a pensar nas crianças do 1.º Ciclo de escolaridade, mas os seus conteúdos são também dirigidos aos professores, comunidade, pais e encarregados de educação.

A principal ferramenta utilizada

O projeto tem um portal online com várias secções de informação dirigida a alunos, professores, pais e encarregados de educação.

O portal dispõe de uma interface animada para assim captar a atenção das crianças, além da interatividade presente em quase todos os separadores. No portal existem também vários jogos que ajudam as crianças a entender melhor o tema da energia.

Os professores também encontram, neste portal, materiais de apoio, apresentações, notas e fichas de atividades que lhes permitem trabalhar os temas com os seus alunos.

Para os pais e encarregados de educação, o website disponibiliza conteúdos que ajudam na discussão familiar dos temas e na implementação de conselhos sobre eficiência energética em casa.

A Missão up conta também com um canal no Youtube, onde é possível encontrar vídeos do projeto e vídeos feitos pelas várias escolas.

Enquadramento curricular

O Currículo Nacional do Ensino Básico (ME-DEB, 2001) tem definido quatro temas estruturantes para as Ciências Físicas e Naturais: Terra no Espaço, Terra em Transformação, Sustentabilidade na Terra e Viver Melhor na Terra.

A Missão up incide no terceiro tema – Sustentabilidade na Terra - e pretende que os alunos tomem consciência da importância de atuar responsavelmente no planeta Terra, mantendo o equilíbrio sustentável e contribuindo para uma gestão sustentável dos recursos existentes.

Este objetivo é alcançado através de ações desenvolvidas no projeto. Estas ações pretendem demonstrar que a intervenção humana na Terra afeta os indivíduos, a sociedade e o ambiente. Neste âmbito, é dado especial destaque aos temas da pegada energética e da mobilidade sustentável. É explicado o efeito da utilização que cada um de nós faz da energia no seu dia-a-dia, a forma como nos podemos deslocar causando um menor impacto sobre o meio ambiente e como garantimos um mundo ambientalmente mais saudável para as gerações futuras.

Reconhecimentos

2010/2011, o Melhor Projeto Nacional sobre eficiência energética pelos ‘Energy Globe Awards’.

2010/2011, a Melhor Campanha de Comunicação de Responsabilidade Social pela Associação Portuguesa de Comunicação de Empresa (APCE).

2011/2012, a Melhor Campanha de Responsabilidade Social pelos Prémios de Comunicação do jornal especializado Meios & Publicidade.

2012/2013, prémio da APCE de Mérito pela Campanha de Comunicação de Responsabilidade Social

Estrutura do projeto

Entidades envolvidas e “impactadas”

Os principais públicos envolvidos nos dois projetos educativos são todas as escolas nacionais de natureza pública ou privada que lecionem o 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e que incluem, por isso, crianças e jovens entre os 6 e os 15 anos de idade.

Pretende-se, com a implementação dos projetos, que estes jovens sejam promotores do tema da eficiência energética e que se sintam incluídos na mobilização para um consumo mais eficiente de energia, na escola e fora dela.

Para além dos alunos, também os professores e outros elementos da comunidade escolar são impactados no projeto, alargando-se este envolvimento a pais e encarregados de educação.

Procura-se ainda que agentes de comércio local, instituições de poder local, associações locais de pais ou moradores, entidades como bombeiros, polícia ou serviços de saúde, por exemplo, tenham contacto com o projeto e sejam parte integrante na mobilização para um consumo eficiente de energia nas suas diversas áreas de atividade.

Por serem importantes canais de comunicação com os públicos dos projetos, concretamente com as escolas, também as Câmaras Municipais são envolvidas.

Parceiros institucionais

  • Direção Geral da Educação(DGE);
  • Agência para a Energia (ADENE);
  • Agência Portuguesa do Ambiente (APA);
  • Comissão Nacional da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO);
  • Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG).

Como participar?

Para participar neste projeto, as escolas têm de organizar Brigadas Positivas. Cada brigada é constituída por vários alunos e tem como objetivo a definição e implementação de uma missão que contribuirá para a eficiência energética na escola e em casa.

As várias missões das brigadas são cumpridas tanto na escola como fora dela, para que as crianças tenham oportunidade de transportar as mensagens sobre eficiência energética para além da escola, chegando às famílias e a instituições variadas (entidades de poder local como Juntas de Freguesia ou Câmaras Municipais, associações de pais e moradores, bombeiros e polícias locais, entre outras). Acreditamos que desta forma iremos incentivar a participação generalizada dos alunos e a adoção de comportamentos sustentáveis na comunidade.

As escolas que participam no projeto recebem um Guião de Atividades com 10 temas e sugestões de atividades específicas para cada tema. Estas atividades devem ser desenvolvidas pelas “brigadas” ao longo do ano letivo, com o acompanhamento e orientação dos professores.

As 300 primeiras escolas que comprovem a execução de pelo menos 3 das 10 ações enunciadas no Guião de Atividades, tratando 3 temas diferentes, têm o direito a receber na sua escola uma Visita Formativa Missão up. A visita feita pelos nossos colaboradores tem o objetivo de fornecer bases conceptuais sobre os principais temas do projeto. Durante a visita são também lecionadas aulas de energia.

As 10 primeiras escolas que reportam, de forma completa, o desenvolvimento de 10 atividades associadas a cada um dos 10 temas propostos no Guião de Atividades, são as grandes vencedoras do ano letivo, recebendo prémios para os alunos e professores envolvidos.

Resultados

Os indicadores demonstram grande interesse das escolas e alunos em participar no projeto.

  • Alunos
    +1,2m Alunos
  • Professores
    +80k Professores
  • Escolas
    +3,5k Escolas
  Ano lectivo 2010/2011 Ano lectivo 2011/2012 Ano lectivo 2012/2013 Ano lectivo 2013/2014 Ano lectivo 2014/2015 Ano lectivo 2015/2016 Ano lectivo 2016/2017
Escolas 1.720 2.320 1.720 2.142 2.052 814 1.036
Alunos 386.760 196.000 115.000 200.540 192.171 58.381 94.185
Aulas de energia 200 200 831 779 591 470 403

Lições aprendidas

Este projeto veio demonstrar que o investimento na sensibilização e mobilização para uma mudança de comportamentos relacionados com o consumo mais eficiente de energia tem reflexos muito positivos para todas as entidades envolvidas e “impactadas”, nomeadamente:

  • Alunos;
  • Professores;
  • Pais e encarregados de educação;
  • Outros elementos da comunidade.

Com uma boa comunicação dos objetivos do projeto e o envolvimento de todas as partes interessadas, é possível dar às crianças as ferramentas necessárias para interiorizarem os conceitos básicos relacionados com a eficiência no consumo de energia, para que, também elas possam transmitir esses conhecimentos e induzir à adoção de novos comportamentos.

Elas vão passar estes conhecimentos para os colegas, professores, pais, encarregados de educação e outros membros das comunidades envolventes.

Desta forma, estes projetos têm permitido levar o tema da eficiência no consumo de energia a uma comunidade alargada, utilizando como veículo um público especialmente motivado: as crianças e jovens.