A nossa cultura e sistemas de gestão

Implementamos sistemas de gestão orientados para a excelência operacional e promovemos uma cultura efetiva para proteção das pessoas, do ambiente e ativos, assente na liderança e parceria.

A liderança e o compromisso da gestão de topo são fundamentais para o nosso sucesso. É por essa razão que os nossos líderes estão comprometidos com os valores da Galp e assumem as suas responsabilidades, através do exemplo, atitudes e comportamentos, com o fim de motivar as suas equipas, assegurar a segurança e a produtividade da Organização, e garantir que as tomadas de decisão incorporam os aspetos ambientais, sociais, de segurança e saúde.

A cultura de tomada de decisão adotada baseia-se na avaliação de riscos e oportunidades e numa abordagem de gestão integrada que considera todo o ciclo de vida das operações. É esta atuação que nos torna competitivos, sustentáveis, gera confiança e fortalece parcerias, garantindo assim a Licença para Operar.

 

Sistema integrado de gestão

A agilidade que nos é pedida tem impulsionado a transformação de processos, comportamentos e a própria cultura da organização de modo a maximizar a eficiência e a eficácia dos nossos sistemas de gestão.

Em 2018, concluímos o projeto DRIVER, o qual teve como principal objetivo a implementação de um Sistema Integrado de Gestão (SIG) de Ambiente, Qualidade, Segurança, Energia e Responsabilidade Social. Somos a primeira empresa de energia, em Portugal, a obter uma certificação nestas 5 dimensões.

O sistema integrado de gestão consolida os anteriores 15 Sistemas de Gestão num único sistema e garante o alinhamento com as melhores práticas e standards de referência internacionais. Desta forma, conseguimos alcançar uma visão integrada e holística dos processos críticos da Galp e promover uma aplicação uniforme e consistente dos seus requisitos regulatórios e de outros compromissos assumidos perante os stakeholders.

 

Sistema de gestão operacional de Segurança, Saúde e Ambiente

O sistema de gestão operacional de segurança, saúde e ambiente (SSA) em vigor, aplicável a todas as operações e atividades sob a nossa responsabilidade, permite assegurar o cumprimento da legislação e outras exigências relevantes, gerir eficazmente os riscos de SSA e garantir a melhoria contínua do desempenho em todas as fases do ciclo de vida das nossas atividades, produtos e serviços.

Este sistema dá resposta aos princípios enunciados na nossa política de SSA e os seus requisitos são expressos através de 22 elementos, que nos conduzem à excelência de SSA que ambicionamos.

 

Gestão de risco operacional

Avaliamos continuamente o risco das instalações e das operações em todo o seu ciclo de vida.

Na fase de projeto, os riscos são identificados e analisados de modo a serem implementadas as soluções tecnicamente adequadas, para os eliminar ou reduzir a níveis aceitáveis.

Na fase de exploração, as instalações são mantidas e operadas de uma forma segura, sendo efetuadas periodicamente análises de riscos para reavaliar os riscos existentes e garantir que os riscos identificados se mantêm a níveis aceitáveis.

Como áreas prioritárias de atuação elegemos as seguintes:

  • A liderança e a cultura organizacional
  • A gestão do risco em todas as fases do ciclo de vida das nossas operações
  • A prevenção de incidentes
  • A gestão da mudança de instalações, tecnologias e recursos humanos
  • A garantia da integridade mecânica das instalações

Modelo do ciclo de vida dos ativos e atividades Galp

Temos uma visão abrangente em todos os projetos e atividades, integrando requisitos específicos de SSA e Sustentabilidade ao longo do seu ciclo de vida, assegurando que a avaliação do risco e impactes associados, tais como Due Diligence e Avaliação de Impacte Ambiental, Social e de Saúde, constituem parte dos critérios para a tomada de decisão.

O nosso modelo de ciclo de vida permite identificar, avaliar e integrar os requisitos ambientais, sociais, de segurança e saúde aplicáveis a cada fase de desenvolvimento, desde a identificação da oportunidade de negócio até ao descomissionamento.

Conheça em detalhe o nosso modelo de ciclo de vida

 

A avaliação de riscos e oportunidades na Galp é realizada de forma transversal, integrada e tendo em consideração as incertezas associadas aos diferentes domínios (financeiros e não financeiros). O tratamento dos riscos e oportunidades de natureza ambiental, social, de segurança e saúde merece a nossa maior atenção, sendo aplicadas metodologias internas que têm por base standards de referência (ISO 31000 de Gestão de Risco, ISO 22301 de Continuidade de Negócio e outras normas e referências internacionais API, IOGP, etc.).

Consulte o sumário da norma NTR-008 relativa a Requisitos específicos ambientais, sociais, de saúde e segurança em projetos.

Consulte a nossa abordagem de gestão do risco.

Adicionalmente, as nossas operações e instalações são periodicamente e sistematicamente verificadas por auditores internos e externos, que garantem a sua conformidade com os requisitos estabelecidos

Avaliação e gestão de impactes

Os processos de avaliação e gestão de impactes, ambientais e sociais, são aplicados, sempre que necessário, a projetos de investimento de infraestruturas, atividades, produtos e alterações de tecnologia, bem como a projetos de desativação de infraestruturas. Sem prejuízo dos requisitos legais aplicáveis nas diversas geografias onde operamos, a avaliação de impacte é realizada de acordo com a seguinte abordagem:

 

O nosso framework de Avaliação de Impactes Ambientais e Sociais (AIAS) é uma ferramenta que faz parte integrante do nosso sistema de gestão de SSA (Segurança, Saúde e Ambiente) e, consequentemente, do processo de gestão de riscos. O compromisso e a responsabilização da gestão de topo em relação aos temas de SSA, bem como o envolvimento com as partes interessadas, são essenciais para a criação de valor para a empresa e para a comunidade.

Saiba mais sobre a nossa Avaliação e gestão de impactes ambientais e sociais de atividades produtos e serviços.

Um operador responsável

Como operadores de Exploração & Produção, vamos além da avaliação de impacte ambiental, social e de saúde (AIASS). A Galp realizou uma avaliação de acordo com o Protocolo de Capital Natural e Social, não só identificando, mas também quantificando os potenciais riscos ambientais e sociais identificados na AIASS.

Imprimir

Partilhar: