Iniciativas de baixo carbono

Iniciativas de baixo carbono

Desenvolvemos novas soluções de eficiência energética e modelos de negócio, promovendo o consumo sustentável nas nossas operações e junto dos nossos clientes e parceiros.

Iniciativas de baixo carbono

Um upstream eficiente e inovador

Gestão do CO2 no pré-sal

Desde o início das operações no Bloco BM-S-11, localizado nas águas ultraprofundas do pré-sal brasileiro (na bacia de Santos), que os parceiros tomaram a iniciativa de separar e injetar no reservatório o CO2 proveniente do gás natural produzido.

Esta foi uma solução win-win, uma vez que conduziu a uma redução da pegada de carbono da nossa operação e melhorou a consistência da pressão do reservatório. Através do uso de um método de permeação seletiva nas unidades de produção, separamos o CO2 do gás natural e injetamos o carbono de volta no reservatório com recurso ao método WAG.

Em 2021, a empresa anunciou o investimento na fase 1 do campo Bacalhau, na província do Pré Sal, bacia de Santos. Este projeto é caracterizado por um conceito de desenvolvimento inovador, incorporando um sistema de turbinas de gás de ciclo combinado que vão aumentar a eficiência do sistema gerador da energia necessária às operações e consequentemente reduzir emissões, resultando numa intensidade de menos de 9 kg CO2e/bbl durante o tempo de vida útil do campo.

Emissões de GEE evitadas

Em 2021, a Galp evitou a emissão de cerca de 1.350 kt de GEE através da implementação de medidas de eficiência energética na refinação, na integração de biocombustíveis, na produção e venda de energia renovável, na disponibilização de serviços de produção de energia descentralizada e eficiência energética, e no fornecimento de eletricidade para mobilidade elétrica.

Uma refinação e midstream eficiente e flexível

Um aparelho refinador mais eficiente

A Galp mantém o foco na otimização do seu aparelho refinador e na maximização da sua eficiência energética. Temos vários programas e projetos em curso para otimizar a utilização de recursos nas nossas operações na refinaria de Sines, com objetivo de atingir melhorias contínuas, minimizando variações de processos e reduzindo a produção de resíduos e efluentes líquidos e gasosos.

Em 2021, as nossas equipas trabalharam continuamente para identificar e implementar novos projetos de eficiência e redução de emissões, tendo atualmente identificado vários projetos a implementar até 2025, com um investimento estimado de €32 m que irão representar poupanças de energia de 113 GJ/h e evitarão 53 ktonCO2e/ano. Das várias medidas já implementadas este ano, destacam-se o controlo do excesso de ar nos fornos, o que reduziu o consumo de Gás Natural e evitou a emissão de 5,3 ktonCO2e/ano e o descongestionamento da unidade de reforma catalítica que permitiu o aumento da carga unitária e a consequente geração de mais H2, evitando assim 22,6 ktonCO2e/ano. A implementação continua de projetos de eficiência energética permitiu à empresa manter a tendência de melhoria na performance das suas instalações, que em 2021 reduziu a sua intensidade em cerca de 10% em relação ao valor de 2015 para 29.4 kg CO2/CWT.

                                    

Queremos ser uma referência no que se refere à intensidade carbónica da nossa atividade refinadora, para tal continuaremos a investir em projetos que promovam a transição energética. Em 2021, implementámos projetos relevantes de conversão da atividade de refinação e de melhoria da eficiência energética.
 

Acompanhamos a eficiência energética das nossas atividades através do Energy Intensity Index da Solomon e definimos metas de eficiência energética, para promoção da melhoria contínua das nossas operações alinhada com os requisitos da atividade.

  Metas - Energy Intensity Index      
Refinaria 2019 2020 2021 Meta 2022
Sines 97,5 95,8 101,6  

A pandemia da Covid-19 impactou a procura mundial de produtos petrolíferos, refletindo-se num contexto internacional de refinação desafiante durante o ano. A diminuição do nível de processamento de crude impactou a eficiência energética das instalações, apesar dos resultados positivos alcançados pelos vários projetos implementados.

Produção de biocombustíveis

Estamos presentes no desenvolvimento de biocombustíveis, um segmento que representa uma solução comprovada com efeitos imediatos e que pode ser integrada nos combustíveis líquidos existentes. A nossa unidade industrial em Sines, a Enerfuel, está focada na produção de biocombustíveis de segunda geração, que queremos desenvolver para alavancar a produção de biocombustíveis avançados.

Em 2021, foram incorporados 257.584 m3 de biocombustíveis nos combustíveis vendidos em Portugal, nos quais se incluem 27.000 m3 de biodiesel de segunda geração produzidos pela Enerfuel. A integração destes combustíveis de baixa intensidade carbónica evitou a emissão de mais de 678 ktCO2e, comparativamente a um combustível de origem exclusivamente fóssil.

Durante este ano, a Galp anunciou o desenvolvimento de uma unidade de produção de HVO na refinaria de Sines com a capacidade para produzir 270 ktpa de produtos renováveis avançados. O projeto prevê que a unidade tenha a flexibilidade para a produção tanto de gasóleo renovável, como combustível de aviação sustentável (SAF) e é esperado o início de operação antes de 2025.

A Galp também produz HVO numa unidade de hidrogenação na refinaria de Sines. Este biocombustível resulta do co-processamento de óleo vegetal com gasóleo, resultando num biocombustível com características semelhantes às dos combustíveis fósseis. Em 2021, a produção atingiu aproximadamente 7,4 kton, o equivalente a uma redução de 24 kton nas emissões de CO2.

Investindo em energias renováveis e novos modelos de negócio

Uma estratégia de investimento alinhada com a transição energética

A Galp está a desenvolver um portefólio resiliente, tendo previsto que cerca de 50% dos seus investimentos sejam alocados a projetos que promovam a transição energética, até 2025. A Empresa irá promover soluções económica e ambientalmente sustentáveis, reforçando a sua estratégia de investimento em energias renováveis e em novos modelos de negócio, bem como aumentando o peso do gás natural no seu portefólio.

Construindo uma posição sólida na geração de energia renovável

A Galp continuou a reforçar a sua posição na produção de energia renovável, aumentado a sua capacidade total bruta para c.4,7 GWp, incluindo c. 1 GW já em produção.

A Galp entrou no mercado brasileiro de energias renováveis, chegando a acordo para a aquisição e desenvolvimento de um conjunto de projetos que totaliza 594 MWp de capacidade solar fotovoltaica nas fases iniciais de desenvolvimento.

Além disso, reforçámos a nossa posição em Espanha, com a aquisição de quase 400 MWp de nova capacidade solar fotovoltaica instalada em desenvolvimento.

A estratégia da Galp para a expansão de geração de energia renovável tem como ambição aumentar o portefólio 10 vezes, atingindo uma capacidade bruta instalada de 12 GW até 2030.

Reforço da oferta de eletricidade através de contratos de compra de energia renovável (PPA)

A Galp reforçou o seu portefólio comercial para o fornecimento de energia renovável aos seus clientes, tendo estabelecido dois PPAs em Espanha, com a X-Elio (também referida como Cercena Investments) e a Grenergy por forma a fornecer energia solar.

Com os nossos clientes e parceiros

Galp electric mobility

A Galp desenvolveu uma estratégia de mobilidade elétrica focada numa oferta comercial integrada, através da inclusão de soluções para carregamento de carros elétricos na nossa oferta comercial e a implementação de uma rede de pontos de carregamento rápido em Portugal e Espanha. 

A aquisição da Mobilectric em 2021 serviu como um impulso extra para aumentar rapidamente a nossa rede de pontos de carregamento operados, tendo mais do que duplicado o número de pontos de carregamento em funcionamento, ultrapassando os 1.000 pontos na Península Ibérica. Atualmente, possuímos a maior rede em Portugal com 1.146 pontos, dos quais 172 são Pontos de Carregamento Rápidos e Ultra-rápidos. Estamos também a desenvolver a nossa estrutura de rede em Espanha, com 40 pontos de carregamento já instalados.

Procuramos estar sempre à altura das expectativas dos nossos clientes, e é por isso que desde 2016 a Galp fornece gasóleo e gasolina Evologic, uma nova gama de combustíveis com aditivos que permitem maior poupança, maior vida útil do motor e maior eficiência.

Galp Solar

A Galp Solar é a aposta da Galp para o desenvolvimento da produção de energia descentralizada a partir de fontes renováveis, baseada em sistemas e serviços de geração de energia solar de menor escala com o objetivo de maximizar o consumo e a eficiência energética tanto para os segmentos B2B como B2C.

No final de 2021, a Galp Solar apresentava já uma capacidade instalada de c.13 MW, cobrindo mais de 4.000 clientes na Península Ibérica.

Durante o ano, foram também desenvolvidos projetos relevantes nos ativos da Galp, tornando as nossas estações de serviço e as atividades de refinação mais sustentáveis. A Galp Solar encontra-se a instalar painéis solares na refinaria de Sines da Galp com uma capacidade de 21 MW, correspondente a 10% das necessidades elétricas da nossa refinaria.

Galp Soluções de Energia

Através do nosso segmento de soluções de energia, a Galp disponibiliza aos seus clientes um conjunto alargado de serviços especialmente desenhados para satisfazer as necessidades dos segmentos de indústria, edifícios e transportes no mercado nacional. Recorrendo a contratos de desempenho energético em modelo ESCO (Energy Service Companies) e projetos com implementação de energia, a Galp apoio os seus clientes na redução do seu consumo e custos de energia, e evitar a emissão de gases com efeito de estufa.

A Galp Soluções de Energia implementou soluções de eficiência energética em 13 clientes, ajudando a reduzir o seu consumo de energia e fornecendo energia a partir de fontes com menor intensidade de carbono. Estima-se que estes projetos tenham evitado 700 toneladas de CO2e.

GoWithFlow

A Galp, através da GoWithFlow, encontra-se a promover uma solução na transição para a eletrificação para as frotas dos seus clientes, incluindo sistemas de carregamento, gestão de frotas e partilha de veículos.

Durante 2021, a GoWithFlow estabeleceu equipas de desenvolvimento de negócios no Reino Unido e em Espanha e assegurou contratos com mais de 8.000 ativos de mobilidade (veículos e pontos de carregamento).

Tecnologia Vehicle-to-Grid (V2G)

A Galp lidera o projeto-piloto V2G nos Açores, que permite às baterias dos automóveis elétricos receber, mas também fornecer, energia à rede elétrica.

Os 10 VE do projeto consumiram até agora 82 MWh e injetaram 45 MWh de volta na rede.

Hidrogénio, a energia do futuro

A Galp encontra-se a desenvolver dois projetos de hidrogénio verde para acelerar a descarbonização do polo de Sines. Um desse projeto consiste no desenvolvimento de um eletrolisador de 100 MW em Sines, estando atualmente a trabalhar na engenharia de base, bem como a garantir mecanismos de apoio fundamentais para a Decisão Final de Investimento.

Em paralelo, a Galp é colíder, juntamente com a EDP, num consórcio composto por 13 entidades europeias que submeteram um projeto de I&D ao "Green Deal Fund" da UE e que recebeu um subsídio de €30 m para o desenvolvimento de um outro eletrolisador de 100 MW.

A fim de acelerar a curva de aprendizagem, a Galp está também a desenvolver um projeto piloto de 2 MW em Sines que deverá iniciar a produção em 2023.

Energy Impact Partners

A Energy Impact Partners (EIP) é um Fundo Europeu que investe nas melhores scaleups do mundo em áreas industriais e de energia, promovendo parcerias entre os seus investidores globais (Limited Partners) e as empresas do seu portfólio. A Galp, em 2021, aumentou a sua participação neste fundo de capital de risco e tem estado envolvida em projetos inovadores, procurando trazer novos parceiros comerciais que ajudarão a Galp no processo de transição energética.

Imprimir

Partilhar: