Envolvimento com a comunidade

A Galp, enquanto operador integrado de energia, presente em diversas geografias, assume o desafio de ser um parceiro de referência perante as comunidades onde exerce atividade, tendo em vista a promoção do desenvolvimento social e económico das mesmas, em linha com a estratégia definida.
Garantimos também que ao longo do ciclo de vida dos nossos projetos são identificadas, analisadas, estimadas, avaliadas e monitorizadas as expectativas das partes interessadas, nomeadamente da comunidade, de forma a aferir os riscos e oportunidades (due diligence). Adicionalmente, para cada projeto ou operação temos definido e implementado um Mecanismo de Reclamações (grievance mechanism), adequado à comunidade, às partes interessadas e à fase do projeto.

Consulte o sumário da norma NTR-008 relativa a Requisitos específicos ambientais, sociais, de saúde e segurança em projetos. 

Um operador responsável

Como operadores de Exploração & Produção, vamos além da avaliação de impacte ambiental, social e de saúde (AIASS). A Galp realizou uma avaliação, nas operações na Namíbia, de acordo com o Protocolo de Capital Natural e Social, não só identificando, mas também quantificando os potenciais riscos ambientais e sociais identificados na AIASS.

Além disso, a fim de envolver as comunidades em que operamos, estamos em contacto contínuo com as comunidades locais, com o objetivo de partilhar os nossos conhecimentos com as entidades, organizações e comunidades locais.

Consulte as nossas iniciativas de envolvimento com a comunidade no nosso Estudo de impacte ambiental, social e de saúde para a operação em São Tomé e Príncipe e Namíbia.

Envolvemos as comunidades onde operamos

Assumimos um papel influente no desenvolvimento sustentável local, promovendo o bem-estar através de projetos sociais que visem essencialmente o acesso à energia e à educação, reforçando o contributo da Galp para a concretização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A Galp identificou estas causas considerando três áreas estratégicas que resultaram em iniciativas comunitárias, como:

A nossa atuação, alinhada com a política e estratégia de investimento da Galp na comunidade, tem vindo a ser estruturada segundo o objetivo principal de maximizar os benefícios gerados nas comunidades envolventes. Desta forma, as iniciativas da comunidade devem considerar os seguintes critérios:

Os princípios da nossa Política de Investimento na Comunidade estão ainda alinhados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

Princípios da política de investimento na comunidade Objetivo de desenvolvimento sustentável
Energia ODS 7 - Assegurar o acesso à energia fiável, sustentável, moderna e a preço acessível para todos
Saúde e bem-estar social ODS 1 - Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares
ODS 2 - Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e a melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável
ODS 3 - Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades
Educação e formação ODS 4 - Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos
Ambiente e eficiência energética ODS 6 - Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos
ODS 13 - Tomar medidas urgentes para combater as mudanças climáticas e os seus impactes
ODS 14 - Conservar de forma sustentável os oceanos, mares e recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável
ODS 15 - Proteger, restaurar e promover a utilização sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir as florestas de forma sustentável, combater a desertificação, travar e reverter a degradação da terra e estancar a perda de biodiversidade
Inovação social ODS 5 - Atingir a igualdade de género e o empoderamento de todas as mulheres e raparigas
ODS 8 - Promover o crescimento económico inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos
ODS 9 - Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação
ODS 10 - Reduzir a desigualdade dentro e entre países
ODS 11 - Tornar as cidades inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis
ODS 12 - Assegurar padrões sustentáveis de produção e consumo
ODS 16 - Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, conceder o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis
Envolvimento de partes interessadas ODS 17 - Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável

Consulte as nossas Políticas de Responsabilidade Social e Investimento na Comunidade.

Medição e avaliação de impactos dos projetos

A Fundação Galp é uma entidade privada sem fins lucrativos de Utilidade Pública, com o objetivo de aprofundar e promover a intervenção do Grupo em domínios como a Cidadania e a Responsabilidade Social. Em 2018 a Fundação desenvolveu os seguintes projetos sociais:

Eixo de Atuação Projeto Objetivo Social Impacto Social
 

Energiza

Assegurar eletricidade a escolas, unidades de saúde e lares domésticos - Moçambique
  • + 6.000 moçambicanos terão acesso a fontes de energia renovável.
  • + 1.017 famílias irão melhorar a sua qualidade de vida, ao nível da saúde e educação.
  • + 54t de CO2/ano serão evitadas pela não utilização de combustíveis não renováveis na produção de eletricidade.
  • + 123 Infraestruturas afetadas (ex: escolas, hospitais, residências, iluminação pública).

ENERGIA SUSTENTÁVEL

FumuKaba

Promover a transição energética e o desenvolvimento social através do uso de energia doméstica sustentável – Guiné Bissau
  • + 220.000 guineenses abrangidos pelo projeto.
  • + 25.000 famílias irão melhorar a sua qualidade de vida.
  • + 530 mil tCO2 evitadas pela não utilização de carvão e lenha.
  • + 100 mil hectares de deflorestação evitados.
 

Terra de Esperança

Reflorestar e promover a cidadania ambiental, através do Voluntariado – Portugal
  • + 500.000 árvores, como objetivo de plantação final.
  • + 80.000 árvores já plantadas.
  • + 7 mil toneladas CO2 evitadas - (a 30 anos).
  • + 74,6 hectares já plantados.
  • + 3.138 voluntários já envolvidos.

DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Projeto EPIS

Promover o sucesso escolar e a inclusão social, com o objetivo de reduzir a taxa de insucesso e abandono escolar em Portugal.
  • + 39 jovens apoiados pelo Programa de Mentores Galp (2018-2019).
  • + 86 colaboradores Galp, em regime de voluntariado empresarial (2018-2019).
  • + 4 bolsas de estágio profissionais e 2 bolsas sociais de mérito (2018).

EDUCAÇÃO E CONHECIMENTO

Global Teacher Prize

Investir na educação promovendo e reconhecendo os professores
  • + 110 professores envolvidos.
  • + 450 escolas envolvidas.
  • + 30 projetos educacionais distinguidos.
 

Projetos Educativos Galp

Promover a educação para a cidadania ambiental e empreendedorismo social, no âmbito da transição energética, da proteção dos oceanos e dos ecossistemas.
  • + 134.856 alunos.
  • + 6.412 professores.
  • + 1.437 escolas.

Somos membros do London Benchmarking Group (LBG), desde 2012, e reportamos as nossas contribuições de acordo com os critérios definidos.

Garantindo total transparência, a Galp avalia o impacto social dos seus projetos, monitorizando os retornos em termos de benefícios para a comunidade, face aos objetivos sociais definidos.

Motivação 2014 (€) 2015 (€) 2016 (€) 2017 (€) 2018 (€) 
Donativos 374.086 1.141.148 2.412.806 2.182.060 9.4435
Investimento na comunidade 3.477.084 2.225.731 3.335.208 2.978.444 18.074.430
Iniciativas comerciais 222.117 261.202 335.028 266.408 801.357
Total 4.073.288 3.628.082 6.083.042 5.426.912 18.970.222

 

Foco/Assunto 2014 (€) 2015 (€) 2016 (€) 2017 (€) 2018 (€) 
Educação 1.081.122 864.415 996.764 957.695 16.572.965
Saúde 298.748 347.074 817.511 690.436 78.850
Desenvolvimento económico 30.530 51.481 0 1.600 1.602
Ambiente 192.292 14.485 938.205 772.678 926.527
Arte e cultura 878.721 308.500 528.302 215.460 415.756
Bem-estar social 1.480.894 2.031.806 2.139.817 1.931.617 946.845
Ajuda de emergência 10.000 10.320 0 0 0
Outros 10.980 0 662.444 857.425 27.677
Total 4.073.288 3.628.082 6.083.042 5.426.912 18.970.222
Custos de gestão 221.412 319.898 291.433 296.938 426.920
Total (com custos de gestão) 4.294.700 3.947.980 6.374.476 5.723.850

19.397.142

Adicionalmente, efetuámos uma avaliação dos nossos projetos sociais de acordo com a metodologia SROI. Esta metodologia baseia-se numa análise custo-benefício do valor social gerado pela intervenção das organizações. Desta forma, é possível avaliar e selecionar projetos, de forma a investir naqueles que apresentam maior potencial de impacto.

Imprimir

Partilhar: