pt Seta

40 Anos Refinaria de Sines

“Acreditamos que a gestão deve ser orientada para criar valor a longo prazo, erguendo hoje os alicerces para o futuro e deixando um legado a quem vem depois de nós.”

Carlos Gomes da Silva, CEO

Timeline

Aniversário dos 40 anos da Refinaria de Sines

Presente & Futuro

Atenta às necessidades futuras dos seus clientes, a Galp executou um projeto de conversão de €1,4 bn das suas refinarias, determinante para assegurar a competitividade da Empresa no médio e longo prazo, o qual iniciou a fase de produção no início de 2013.

Após o projeto de conversão em 2013, a Refinaria de Sines conta com uma unidade de hydrocracking e ainda com uma unidade de fluid catalytic cracking.

Numa perspetiva de adaptação permanente às necessidades atuais e futuras do mercado a Refinaria está atenta a oportunidades de investimento para melhorar o rendimento das unidades existentes e também para aumentar a conversão de produtos pesados melhorando o seu portfólio de produtos de maior valor cumprindo sempre com as mais estritas especificações dos produtos produzidos.

Definimos objetivos que nos permitem alcançar níveis de referência no sector da refinação:

  • Até 2020, vamos investir c. €45,2 m em projetos de ecoeficiência, evitando a emissão de mais de 120 kt de CO2e
  • Até 2021, atingir o primeiro quartil de referência Solomon da Europa Ocidental em eficiência energética e aumentar a integração do aparelho refinador
  • Até 2022, vamos reduzir a nossa intensidade carbónica em 25 %, na refinaria de Sines e 15 % refinaria de Matosinhos, face a 2013

Refinação 4.0

A Refinação 4.0 pretende contribuir significativamente para a excelência operacional, através da implementação de iniciativas Data Driven (data science e analytics) e Agile e que têm como ponto de partida a recolha de informação digital nas instalações da refinaria...

A Refinação 4.0 engloba 17 projetos-piloto, agrupados em 6 temas:

  • Projetos estruturantes
  • Comunicação eficiente
  • Gestão Integrada de Operações
  • Gestão Visual e BI
  • Data Science
  • Tecnologias Avançadas

Permite processos visíveis e transparentes através de ferramentas de Business Intelligence e sistemas otimizados fiáveis com capacidade preditiva e adaptabilidade nas áreas de eficiência energética e otimização de processos.

Sustentabilidade

Conheça os seis compromissos em que se baseia a nossa estratégia para a sustentabilidade:

Principais acções e metas

Para nós, a otimização energética, a eficiência energética e a redução da intensidade carbónica nas refinarias é um fator diferenciador que nos confere vantagem competitiva.

Principais ações de eficiência energética:

  • Investimento de €5,7m em projetos de ecoeficiência na refinaria de Sines em 2017, evitando a emissão de mais de 14,5 kt de CO2e
  • Redução em 11% do consumo total de eletricidade do hydrocracker através da implementação de uma solução inovadora (equivalente a 2,5 MW), o que corresponde a 857 kg de CO2 equivalente evitadas
  • Certificação em Energia - ISO 50001

Principais ações de otimização energética:

  • Implementação da metodologia lean six sigma - Promove a melhoria contínua, o controlo da variabilidade do processo, o combate ao desperdício e a gestão do pessoal
  • Programa de Reliability Centered Maintenance (RCM) - Gestão do ciclo de vida dos equipamentos, aumentando a previsibilidade e a disponibilidade das unidades

 

  Metas para 2018
  EII CO2/CWT
Refinaria Sines 92,7 31,3
Refinaria Matosinhos 81,6 29,1
 

Uma melhor eficiência dos recursos

Através da aplicação de um sistema elétrico de rendimento contínuo no hydrocracker e a introdução de uma turbina processual de recuperação de potência, alcançou-se uma redução equivalente a 11% do consumo total de eletricidade (equivalente a 2,5 MW) na unidade para processamento do gasóleo (hydrocracker), o que corresponde a 857 kg de CO2 equivalente evitadas.

Espera-se que até 2021 a refinaria de Sines atinja o primeiro quartil de referência em eficiência energética, após a reconfiguração do trem de recuperação de calor da destilação atmosférica e a implementação de um sistema de recuperação de gases das flares. Estes projetos irão contribuir para a redução da intensidade carbónica da sua atividade.

Metas 2018 Refinaria de Sines
Emissões de NOx normalizadas por carga tratada ou processada (g/t) 84
Emissões de SO2 normalizadas por carga tratada ou processada (g/t) 418
Emissões de partículas normalizadas por carga tratada ou processada (g/t) 12
Consumo total de água normalizado por carga tratada ou processada (m3/t) 0,53

(As metas estabelecidas atendem aos princípios de melhoria contínua considerando os planos de atividade.)

Facts & Figures

Complexo da Refinaria de Sines
  • área
    320 hectares área
  • capacidade destilação
    220 kbpd capacidade destilação
  • unidades processuais
    34 unidades processuais

Processamos matérias-primas em duas refinarias em Portugal e distribuímos produtos petrolíferos na Península Ibérica e em África. Adicionalmente, exportamos para diversos países e comercializamos a outros operadores.

A Galp dispõe de um sistema refinador integrado moderno, com um elevado nível de complexidade. É constituído pelas refinarias de Sines e de Matosinhos, que, em conjunto, representam uma capacidade de processamento de crude de 330 mil barris por dia, cerca de 20% da capacidade de refinação Ibérica. O índice combinado de complexidade Nelson é de 8,6.

As refinarias são geridas de forma integrada, com o objetivo de maximizar a margem de refinação da Empresa. As caraterísticas de cada uma permitem um mix de produção equilibrado com predomínio dos destilados médios, como o gasóleo e o jet, e da gasolina.

Com uma capacidade atual de destilação de aproximadamente 220 kbpd, Sines tem a principal refinaria de Portugal, sendo responsável por aproximadamente 70% do total da capacidade de refinação. É também uma das maiores refinarias da Península Ibérica.

A unidade de hydrocracking, com 99% de conversão, tem uma capacidade de 43 kbpd. Dos produtos, destacam-se o gasóleo e o jet, embora também se produzam naftas e GPL.

A localização costeira e as infraestruturas portuárias de Sines são privilegiadas, tanto para o aprovisionamento de crude como para a exportação de produtos.

Imprimir

Partilhar: