Proteção das pessoas, ambiente e ativos

Na Galp, temos o compromisso de garantir a proteção das pessoas, do ambiente e dos ativos. Temos de continuar a melhorar a nossa saúde, segurança e desempenho ambiental, reduzindo o impacto negativo e maximizando o impacto positivo das nossas operações. Temos de fazê-lo pelas nossas pessoas, pelos nossos ativos e pelos nossos stakeholders, que nos permitem operar e cuja confiança procuramos manter.

Carlos Gomes da Silva, CEO da Galp

Objetivos e metas

  • Atingir a meta de zero acidentes pessoais, materiais e ambientais com impacte significativo;
  • Reduzir o IFA Galp (Índice de Frequência de Acidentes Mortais e com Baixa) para 0,5 e ser, em 2020, uma referência no sector quanto a este indicador;
  • Investir nas melhores práticas disponíveis em matéria de segurança e ambiente – € 150 m em 2017-2021;
  • Garantir 100% de major sites certificados pela ISO 14001 e OSHAS 18001;
  • Promover a ecoeficiência, reduzindo o consumo e emissões atmosféricas;
  • Definir objetivos e metas para as áreas com maior materialidade;
  • Manter a tendência de redução das emissões atmosféricas por nível de atividade;
  • Reduzir as perdas de contenção, mantendo os zero acidentes com danos ambientais;
  • Garantir a avaliação em 100% das instalações dos riscos de biodiversidade e hídricos;

Metas 2018 para as Refinarias de Sines e Matosinhos

Metas 2018 Refinaria de Matosinhos Refinaria de Sines
Emissões de NOx normalizadas por carga tratada ou processada (g/t) 85 84
Emissões de SO2 normalizadas por carga tratada ou processada (g/t) 20 418
Emissões de partículas normalizadas por carga tratada ou processada (g/t) 10 12
Consumo total de água normalizado por carga tratada ou processada (m3/t) 0,60 0,53

(As metas estabelecidas atendem aos princípios de melhoria contínua considerando os planos de atividade.)

O que já fizemos

Até 2017 já alcançamos metas e criámos melhorias:

  • Asseguramos a comunicação transparente e responsável do nosso desempenho em SSA e publicamos os principais objetivos e metas associados;
  • Monitorizamos e avaliamos o retorno dos investimentos ambientais, despesas, custos evitados e poupanças obtidas;
  • Avaliamos continuamente o risco das instalações em todo o ciclo de vida das atividades, produtos e serviços;
  • Garantimos a conformidade com as práticas de referência ao nível do design, operação e manutenção;
  • Promovemos as melhores tecnologias disponíveis e mais eficientes para a redução dos impactes e riscos;
  • Divulgamos publicamente os resultados dos principais estudos de impactes ambientais e sociais (EIA/SIA) realizados;
  • Promovemos uma cultura de segurança assente nos valores Galp e no exemplo da liderança;
  • Implementamos um sistema de gestão SSA (Sistema G+), focado na garantia do cumprimento dos requisitos de operação e na prevenção de acidentes graves;
  • Dispomos de programas de prevenção e investigação de incidentes, promovendo o reporte dos quase acidentes e a disseminação das lições aprendidas;
  • Protegemos o solo e os recursos hídricos;
  • Promovemos a ecoeficiência, reduzindo o consumo de recursos;
  • Disseminamos e implementámos os conceitos da Economia Circular nas unidades de negócio e programas internos;
  • Integramos a preservação da biodiversidade em todo o ciclo de vida;
  • Realizamos campanhas, ações de sensibilização e prevenção de doenças e epidemias em áreas geográficas de risco (por exemplo, ébola, dengue, malária, VIH, tuberculose), com impacto nos nossos colaboradores e nas comunidades envolventes.

O que vamos fazer

Até 2022 pretendemos continuar a superar objetivos:

  • Promover, na ótica da geração de valor sustentável, a crescente integração de requisitos de gestão de SSA, sociais e security ao longo do ciclo de vida das operações e ativos;
  • Promover ativamente a incorporação dos princípios da ecoeficiência e economia circular nos nossos modelos de negócio, junto dos nossos clientes, parceiros e comunidade;
  • Desenvolver iniciativas específicas no âmbito da gestão de resíduos e preservação da biodiversidade;
  • Dar continuidade à participação ao projeto do BCSD - “Economia Circular e Simbioses Industriais em Portugal”;
  • Realizar um novo diagnóstico sobre a cultura de segurança do grupo Galp, definindo planos de atuação adaptados aos diferentes segmentos de negócio e áreas geográficas;
  • Desenvolver programas para a gestão dos fatores humanos;
  • Desenvolver programas wellness e wellbeing e ações de promoção da saúde dos nossos colaboradores e com impacto positivo nas comunidades envolventes, de acordo com o contexto e áreas geográficas;
  • Continuar a implementar planos de vigilância de saúde para prevenção e minimização dos riscos e doenças com origem no trabalho.

Imprimir

Partilhar: