Proteção da biodiversidade e da água

Estamos comprometidos com a preservação da biodiversidade e a proteção dos recursos hídricos em todas as geografias e em toda a operação.

Proteger a biodiversidade

No contexto de expansão das nossas atividades, a proteção da biodiversidade assume particular importância, pois é uma condição essencial para o desenvolvimento sustentável.

Asseguramos a integração desta componente em todas as fases do ciclo de vida dos nossos projetos.

Efetuamos a análise dos contextos ambientais e sociais das nossas operações, monitorizando e avaliando os seus impactos ao nível do Capital Natural e Social. Esta análise é feita segundo a nossa abordagem para a Avaliação de Impactes Ambientais e Sociais (AIAS) das nossas operações.

Para consolidar e harmonizar as nossas abordagens e reforçar o know-how interno relativo à biodiversidade, criámos guias de boas práticas para a gestão da biodiversidade. Estes documentos orientam-nos na integração da biodiversidade nas nossas atividades, refletindo as principais preocupações ao nível da gestão, avaliação, mitigação e monitorização de impactes sobre a biodiversidade. Este objetivo é concretizado através do Sistema de Gestão Operacional de Segurança e ambiente.

Os nossos guias internos focam particularmente as atividades de exploração & produção. Reunimos as melhores práticas e linhas orientadoras para a seleção de sites de projetos no Upstream, bem como para a devida Avaliação de Impactes Ambientais e Sociais dos mesmos.

Screening do risco para a biodiversidade — 100%

Atualizamos, periodicamente, o mapeamento das áreas de proteção e conservação da biodiversidade na envolvente das nossas operações, com aplicação da ferramenta Integrated Biodiversity Assessment Tool (IBAT).

Em 2016, foi feito um estudo completo que abrangeu os 74 sites nesse ano, recorrendo à ferramenta IBAT. No ano de 2017 atualizámos este estudo por forma a abranger e analisar 100% das nossas operações e atividade.

Considerámos as áreas mais importantes em termos de conservação da biodiversidade, tais como as áreas protegidas da International Union for Conservation of Nature (IUCN), e o património mundial da UNESCO (World Heritage), entre outras.

Localização das operações e áreas protegidas

As nossas atuais operações não estão localizados em áreas classificadas como protegidas nível I a IV, segundo a IUCN.

Segundo a ferramenta IBAT, os resultados obtidos para a globalidade das infraestruturas mostram que nenhum dos nossos sites em operação se localiza numa zona com relevância significativa ao nível da biodiversidade. Por essa razão, não foram necessárias, até à data, medidas de restauração ou compensação.

Tipo de área protegida No local Num raio de 10km Num raio de 50km
Área protegida IUCN Ia 0 0 2
Área protegida IUCN Ib 0 1 2
Área protegida IUCN II 0 0 1
Área protegida IUCN III 0 0 1
Área protegida IUCN IV 0 4 6
Área protegida IUCN V 0 1 3
Área protegida IUCN VI 1 0 4
Área-Chave de biodiversidade 1 3 12
Rede Natura 2000 1 5 18
Ramsar 0 2 3
AZE 0 0 1
Património Mundial da Unesco 0 1 1

Gestão da biodiversidade ao longo das operações de petróleo e gás

Participamos em iniciativas e grupos de trabalho do setor do O&G (óleo & gás) que contribuem para a evolução do conhecimento sobre boas práticas ao nível da gestão da biodiversidade e dos serviços dos ecossistemas.

Pretendemos melhorar e aprofundar o nosso conhecimento sobre como reconhecer e gerir os impactes da biodiversidade e dos serviços dos ecossistemas.

Adotamos como referência os princípios fundamentais para a gestão das questões de biodiversidade e serviços de ecossistema desenvolvidos e publicados pela IOGP e IPIECA.

Proteção da água

A água é um bem essencial à vida. Além de ser um elemento fundamental da cadeia alimentar, é um importante suporte para variados processos industriais e atividades económicas. A sua qualidade é determinante para a saúde e bem-estar das populações.

Os riscos associados à qualidade e disponibilidade da água são inúmeros e proporcionais à tendência de crescimento da população e à industrialização. A segurança dos recursos hídricos é fundamental, especialmente considerando as alterações climáticas e os seus efeitos.

Estamos comprometidos com a adoção de medidas que conduzam a uma utilização mais eficiente e sustentável da água nas nossas operações.
Indicadores de Ecoeficiência - Refinação 2013 2014 2015 2016 2017 Var. 2013-2017
Consumo de água bruta por carga tratada (m³/t) 0,64 0,61 0,53 0,54 0,55 -14%

Desde 2013, houve uma redução de 14% no consumo de água das nossas operações.

 
 

Proteção da água nas refinarias

Promovemos a redução do consumo de água e aumento de água reutilizada, através da adoção de sistemas de reutilização e recirculação de água.

As nossas refinarias representam 88% dos consumos de água das nossas operações. Até ao momento, conseguimos uma redução de 14% do consumo de água bruta/carga tratada no nosso aparelho refinador.

As nossas metas

Estabelecemos metas de desempenho com vista à redução do consumo de água e o incremento da sua reutilização.

Estas metas são materializadas nos Sistemas de Gestão Ambiental e o compromisso reflete-se nos contratos de gestão e na avaliação de desempenho das nossas pessoas.

 

Consumo total de água normalizado por carga tratada ou processada Metas 2018
Refinaria de Matosinhos 0,60 m³/t
Refinaria de Sines 0,53 m³/t

Impactos financeiros relacionados com a água

Para além da avaliação dos impactos no capital natural, monitorizamos os impactos financeiros relacionados com a água nos nossos sites industriais mais relevantes.

Para esta análise, consideramos 3 fatores:

  • Dependência da disponibilidade e qualidade do recurso água;
  • Análises de sensibilidade à variação dos preços da água;
  • Poupanças resultantes da adoção de medidas de redução e reutilização da água.

Screening dos riscos associados ao uso da água

  • Atualizamos, periodicamente, o mapeamento dos riscos associados ao uso da água em 100%:

    • Das nossas operações;
    • Das áreas de proteção e conservação da biodiversidade;
    • Na envolvente das nossas operações.
  • Este mapeamento é feito através da ferramenta Global Water Tool for Oil&Gas — desenvolvida pela Global Oil and Gas Industry Association for Environmental and Social Issues (IPIECA), em colaboração com o World Business Council for Sustainable Development (WBCSD).

Zonas de escassez de recursos hídricos

Apenas 5% da totalidade das nossas operações estão localizados em zonas com escassez de recursos hídricos.

De acordo com o mapeamento através do GWT for Oil&Gas, apenas 5% da totalidade das nossas operações se encontra localizada em zonas com escassez de recursos hídricos. Em 2017, atualizámos este estudo garantindo a abrangência e análise de 100% das nossas operações e atividade. Considerando os sites mais relevantes, nenhum se encontra em áreas com riscos hídricos, atualmente ou perspetivados para o futuro.

Consulte aqui informação mais detalhada sobre a nossa Análise de Riscos Associados ao Uso da Água.