Materialidade

A avaliação da materialidade dos temas permite-nos identificar aspetos-chave relevantes para os nossos stakeholders e para a Organização. Conhecendo os fatores mais relevantes, aumentamos a capacidade de formular uma estratégia adequada que conduza ao sucesso e sustentabilidade da Empresa.

Na Galp, temos implementado um conjunto de processos que asseguram a identificação e a priorização dos temas de sustentabilidade.

Utilizamos como referência as orientações da Global Reporting Initiative e o 5-Part Materiality Test, proposto pela AccountAbility, pelo United Nations Environment Programme e pelo Stakeholder Research Associates.

A utilização destes referenciais orienta a compreensão dos principais desafios que a Empresa enfrenta e que afetam a sua capacidade para criar valor a longo prazo.

Avaliação da materialidade

A avaliação da materialidade identifica os aspetos-chave e desenvolve-se através das seguintes quatro etapas:

 
  1. Identificação dos potenciais temas relevantes para a Galp a considerar no processo de revisão da matriz de materialidade, identificados através de uma análise do contexto e tendências globais, setoriais e da organização.
  2. Avaliação interna do impacto de cada um dos temas na visão, estratégia e desempenho da Galp. O Impacto dos temas deve ser avaliado considerando a sua magnitude e probabilidade de ocorrência. Nesta etapa, deverão ser identificados os stakeholders chave a envolver no processo de revisão da materialidade.
  3. Avaliação externa da importância dos temas, sob a perspetiva dos stakeholders chave (investidores e outros), através da condução de um processo de auscultação a estas partes interessadas.
  4. Revisão da matriz de materialidade dos temas, refletindo os assuntos mais relevantes sob duas dimensões, a perspetiva dos stakeholders chave e a perspetiva da organização.

Matriz de materialidade

A nossa matriz de materialidade resulta da análise de vários temas que foram avaliados de acordo com uma escala de importância, que representa:

  • O modo como o tema reflete os impactos (positivos ou negativos) económicos, sociais e/ou ambientais significativos da Galp;
  • O modo como o tema pode influenciar decisivamente o modo como os stakeholders avaliam a Galp e/ou as suas decisões relacionadas com a Empresa;
  • Se o tema tem potencial para acrescentar ou retirar valor à Empresa ou à sociedade/comunidade em que se insere, em particular aos seus stakeholders mais relevantes.

Tendo em vista a estratégia que reflete o compromisso com a geração de valor sustentável, em 2017, procedemos à revisão da matriz de materialidade, priorizando os aspetos mais relevantes em toda a cadeia de valor para o nosso negócio e para os nossos stakeholders.

Para que a definição e âmbito dos 17 assuntos materiais fossem corretamente percecionados durante o processo de avaliação de relevância interna e externa, foi disponibilizada a seguinte informação de contexto: